Já pediram um aumento salarial para seu chefe hoje?

Já pediram um aumento salarial para seu chefe hoje?

Você já pediu um aumento salarial? se não, saiba que estamos 21 anos atrasados. Entenda mais lendo a matéria

Quantos trabalham e não conseguem chegar ao fim do mês?

Quantos fazem mais do que está no contrato de trabalho e ganham um salário baixo?

Quantos fazem meses ou anos que estão com o salário congelado?

E ao falar com o patrão é sempre a mesma desculpa, «não tem como te dar aumento», «se não gostou tem mais gente querendo seu emprego» etc.

Para todos aqueles que passam por isso, saibam que segundo os dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconomicos (DIEESE) aqueles que ganham menos de R$ 6.575,30, oficialmente são pobres, não tem o mínimo para viver hoje no Brasil.

O salário mínimo oficial atual é de R$1282, um salário mínimo que era aceitável em 2002, ou seja, fazem 21 anos que esse salário não alcança para o básico que uma família precisa para sobreviver, comprando alimentos e roupa, pagando pela luz, água, aluguel, gás, Internet etc.

Neste sentido, há duas opções. Ou deixamos que os grandes empresários que tomam conta do país e que criam as leis para seu próprio benefício, sejam bonzinhos e esperamos a que eles aumentem um pouco nosso salário, o que poderia levar mais 21 anos para alcançar o salário mínimo recomendado para este final de 2022, ou fazemos o que os trabalhadores têm feito na história mundial, nos organizamos e lutarmos por salários dignos.

Obviamente a pequena burguesia, ou seja, os pequenos negócios cujos donos trabalham neles, na maioria não conseguirá cumprir com esse aumento. É por isso que será necessária uma ajuda do Estado.

O Brasil terá que parar de ser capacho das potências estrangeiras e deixar de entregar as nossas riquezas (clique aqui para saber mais sobre a entrega). Além de cobrarmos o devido imposto das grandes empresas, a saída para a crise atual passa por estatizar as grandes empresas, suspender a nunca auditada e ultra corrupta dívida pública; isso só para começar (clique aqui e saiba mais sobre como deixar de ser um capacho).

Pode parecer uma tarefa impossível, mas o que é mais dífícil? Exigir ao Estado e aos grandes empresários um salário digno ou fazer o que os trabalhadores brasileiros fazem, sobreviver com muito menos do mínimo (R$ 6.575,30)?

No Brasil os trabalhadores já estão começando a lutar, e você?

Entenda mais como manipulam o nosso salário até hoje em dia: ¿Qué entendí? «Salario, precio y ganancia» Karl Marx – PLR America Latina

COMPARTIR:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deja un comentario

Plataforma Latino Americana