ArabicBasqueBelarusianCatalanChinese (Simplified)DutchEnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish
Por que o abstencionismo avança?

Por que o abstencionismo avança?

De acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), em uma década, o número de adolescentes de 16 e 17 anos que solicitaram o primeiro título de eleitor caiu 82%

De acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), em uma década, o número de adolescentes de 16 e 17 anos que solicitaram o primeiro título de eleitor caiu 82%. https://www.cnnbrasil.com.br/tudo-sobre/titulo-de-eleitor/

Em 2012, 2.603.094 pessoas dessa faixa etária pediram o documento, enquanto neste ano, até 21 de março, foram 466.227.

Neste 2022 de eleição presidencial, 96.325 meninas de 16 anos e 160.663 de 17 anos, além de 69.002 de meninos de 16 anos e 140.237 de 17 anos se registraram e podem exercer o primeiro voto.

Entre os estados, o que registrou maior queda foi a Bahia (88%), que passou de 231.969 pedidos de primeiro título de adolescentes de 16 e 17 anos, em 2012, para 25.991, em 2022. Em seguida, Rio Grande do Norte e Rondônia registraram uma diminuição de 87%.

São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, os três estados com maior eleitorado, tiveram reduções de 78%, 78% e 84%, respectivamente.

Em todas as eleições recentes na América Latina, o abstencionismo tem sido cada vez mais expressivo.

Os trabalhadores e os povos cada vez confiam menos no regime burguês. As mazelas aumentam conforme a crise capitalista avança.

O colapso capitalista de 2008 representou uma facada nas costas para a direita “neoliberal”. Por esse motivo, o imperialismo norte-americano, que domina a América Latina, impõe regimes cada vez mais entreguistas e repressivos; inclusive usa o que se convenciona em denominar como “esquerda” para impor essa política disfarçada com farta demagogia.

No próximo período, a crise capitalista mundial continuará aumentando. O imperialismo continuará impondo guerras cada vez mais agressivas. A reação do movimento de massas é inevitável.

A nossa tarefa como revolucionários é nos focarmos em organizar o movimento de massas para resistir aos ataques cada vez mais brutais do capital.

COMPARTIR:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deja un comentario

Plataforma Latino Americana